Mendonça diz que soube de dossiê de opositores de Bolsonaro pela imprensa
Sexta-feira, 31 de Julho de 2020    19h27

Mendonça diz que soube de dossiê de opositores de Bolsonaro pela imprensa

Ministro cita sigilo e afirma não poder confirmar ou negar a existência de relatório

Fonte: Redação
Foto: Ueslei Marcelino/Reuters
Ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça

 

O ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, disse hoje, em entrevista à Jovem Pan, que soube pela imprensa da existência de um dossiê com informações sobre funcionários da segurança pública identificados como antifascistas.

Segundo o colunista do UOL Rubens Valente, que revelou o caso, a ação foi realizada pela Seopi (Secretaria de Ações Integradas), subordinada ao Ministério da Justiça, e reunia fotos e endereços de perfis nas redes sociais dos servidores e também de professores universitários críticos ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

"Tomei conhecimento desse possível dossiê pela imprensa, não era algo que nós tínhamos de conhecimento no Ministério. Da minha pessoa e por questões até de sigilo, no que tange às atividades de inteligência, não posso confirmar nem negar a existência de qualquer relatório", disse.

O ministro citou que a criação de relatórios é comum quando há a possibilidade de situações de risco e violência, como os eventos de Copa do Mundo, Olimpíadas e até em manifestações como as que aconteceram no pedido de impeachment de Dilma Rousseff.

"É de rotina que se produzam relatórios para se prevenir situações que gerem insegurança para as pessoas, com potenciais de conflito, depredação, atos de violência contra o patrimônio público, então não é uma atividade que surgiu agora", ressaltou.

Mendonça também acrescentou: "O que também me foi garantido é que não há, no âmbito da Seopi, nenhuma investigação contra qualquer pessoa possivelmente relacionada ou que tenha tido algum contato com um movimento chamado 'Antifas'. O que acontece, às vezes, é um desconhecimento da realidade em si e que pode gerar uma insegurança às pessoas que não têm essa exatidão da atividade específica", finalizou.

Uol

Auto
AACC-MS
www.midianewsms.com.br
© Copyright 2013-2020.