Deputado Gerson Claro reivindica contorno rodoviário e ramal da MSGás para Sidrolândia
Terça-feira, 10 de Setembro de 2019    15h52

Deputado Gerson Claro reivindica contorno rodoviário e ramal da MSGás para Sidrolândia

Fonte: Assessoria de Imprensa
Foto: Divulgação

 

O deputado estadual Gerson Claro (PP) solicitou hoje (10), durante sessão na Assembleia Legislativa, duas intervenções estruturais importantes para o município de Sidrolândia. A primeira prevê a realização de estudo técnico para implantação de contorno rodoviário na BR-060, entre os km 422 e 432.

Ele também pediu à MSGás a implementação de ramal de gás natural entre Campo Grande e Sidrolândia. Futuramente, a ligação seria feita de Sidrolândia a Dourados, passando por Maracaju.

De acordo com o deputado, a construção do contorno rodoviário na BR-060 é urgente para ordenar o fluxo de veículos, preservando a malha asfáltica e evitando acidentes.

“A BR-060 conta com intenso tráfego de veículos, sobretudo aqueles de grande porte, que acabam passando pela avenida principal de Sidrolândia. Além de evitar o desgaste do asfalto, que não está preparado para tanto peso, o contorno rodoviário também seria de grande utilidade para evitar acidentes”, justificou o parlamentar.

O pedido foi encaminhado ao governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), ao superintendente em exercício do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), Euro Nunes Varanis Júnior, ao coordenador da bancada federal do Estado, senador Nelsinho Trad (PTB) e ao deputado federal Beto Pereira (PSDB).

Conforme dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), Sidrolândia possui hoje população estimada em 57.665 habitantes, com frota de 13.276 veículos circulando diariamente.

Gerson ressalta que Mato Grosso do Sul está se preparando para tornar-se a “porta de saída do Brasil” no futuro corredor bioceânico, que vai ligar o país ao Chile, passando pelo Paraguai e Argentina.

“Com o aumento do fluxo de veículos, a BR-060 será fundamental para a ligação rodoviária bioceânica. Por isso, trata-se de uma rota de grande importância”, reforçou o deputado.

A obra, que compreende trecho de 9,2 quilômetros, prevê uma interseção nível, adequação de duas interseções existentes, a implantação de uma ponte sobre o rio Vacaria e dois viadutos em cruzamento com linhas férreas.

GÁS NATURAL

O ramal de gás natural solicitado hoje por Gerson Claro deve sair de Campo Grande até o município de Sidrolândia. O plano é que uma nova ligação seja feita entre Sidrolândia e Dourados, passando por Maracaju.

A reivindicação foi encaminhada ao Governo do Estado, e ao diretor-presidente da MSGás, Rudel Trindade Júnior.

Para Gerson Claro, o ramal do gás natural traria desenvolvimento para toda a região, ampliando as chances de investimento empresarial e consequente geração de empregos.

“A economia chega a 40% em relação ao gás GLP, sem contar que é uma fonte energética confiável e limpa, o que atrai comércio, indústria e expansão em todas as áreas, gerando emprego e renda para a população. O atendimento dessa solicitação é fundamental para a política de desenvolvimento de nosso Estado”, concluiu o parlamentar.

Restaurante
Colégio
www.midianewsms.com.br
© Copyright 2013-2019.